Chegada de um bebê!

Um dos privilégios da mulher á a gravidez. Que sensação maravilhosa! Você entende o sentido da vida, é um amor incondicional! Uma mãe é mãe desde o primeiro instante. Mesmo quando a vida ainda é um minúsculo ser implantado no ventre, a gente já é mãe do coração. Todo nosso pensamento, todo nosso cuidado se volta para esse serzinho que, tão pequenino, já provoca emoções tão grandes. Um turbilhão de sentimentos toma conta da cabeça da mulher: enjoo, cãibras, dor nas costas, incômodo ao deitar, vontade de comer de tudo, mas apesar que grávida pode comer de tudo sem culpa… aquele chocolate maravilhoso, com aquele cafezinho divino! Aiai… Do outro lado, pensamos nas alegrias, medo, insegurança, estrias, nas celulites, se vamos emagrecer logo, se ficaremos flácidas, se voltaremos ao “normal” logo. E a ansiedade… isso nem se fala, embora todas as nossas emoções fiquem mais fortes neste período. Pensamos em como será nosso bebê, se irá se parecer com a gente ou com o pai, se vai ser perfeitinho. E o nome? quem escolhe? e acha palpite, bom demais… aquela famosa listinha, que vamos olhando, escrevendo e imaginando a gente gritando o nome escolhido para o resto de nossas vidas. E o medo principalmente se dará tempo de chegarmos na maternidade. Vai que ele se apresse e queira logo nascer. E você ainda nem acabou de arrumar suas coisinhas. E chega a grande hora…..e aquele chorinho, aquela carinha… Ai que sensação maravilhosa! Ser mãe não é uma profissão; não é nem mesmo um dever: é apenas um direito entre tantos outros. Ser mãe é uma sensação estranha de proteção, alivio e amor incondicional. É algo que você não conhece, mas já ama, é algo que você espera, mas se surpreende quando chega. É algo único, sentimento único de ser mãe.
Esse registro foi postado em Blog e marcado .

Deixe uma resposta